segunda-feira, 29 de abril de 2013

Provas Escritas Escrivão 2012/2013

Prova Sorteada

1) Qual o coletivo de porcos, músicos, jurados, leis e estudantes?
Prof. Farid: As respostas de vocabulário são baseadas exclusivamente no Grande Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, Beta.
Coletivos para porcos: vara, porcada, suinaria.
Coletivos para músicos: banda, orquestra, filarmônica, capela, charanga.
Coletivos para jurados: conselho, júri.
Coletivos para leis: código, consolidação, polícia, corpo, legislação.
Coletivos para estudantes: classe, escola, estudantina, grêmio, república.
 
2) Dê um sinônimo e um antônimo para a palavra vivaz?
Prof. Farid: As respostas de vocabulário são baseadas exclusivamente no Grande Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, Beta.
Sinônimos para "vivaz": célere, ativo, enérgico, intenso, penetrante, vivo, forte, resistente.
Antônimos para "vivaz": vagaroso, demorado, detençoso, preguiçoso.

3) Qual a definição de reintegração do direito administrativo?
Prof. Ricardo Bina: O Direito Administrativo Disciplinar da Polícia estuda e analisa as normas que disciplinam a conduta do policial civil, descritas na Lei Complementar nº 207/1979, Lei Orgânica da Polícia do Estado de São Paulo. A reintegração do direito administrativo é o retorno do servidor público demitido à ao cargo ou função que exercia por força da absolvição com trânsito em julgado da decisão judicial que negue a existência de sua autoria ou do fato que deu origem a sua demissão (art. 65, § 2º, LOPC). Também está prevista no Estatuto do Servidor Público de SP (Lei 10.261, de 28 de outubro de 1968).
 
4) Cite 3 direitos sociais previstos na Constituição Federal?

5) Diferencie os crimes de furto e estelionato? 
Prof. Víctor Paulo: Estes crimes não se confundem. Nada obstante serem crimes contra o patrimônio, com elementares distintas, aproximam-se na medida em que é empregada a fraude para obter a vantagem patrimonial pelo agente. No furto (Art. 155, § 4º, inciso II, do CP), o bem é subtraído pelo agente que possui a posse vigiada da coisa e a fraude, de alguma maneira, viabiliza a subtração, enquanto que no estelionato (Art. 171, do CP), a vítima entrega a posse desvigiada do bem ao agente em razão de ter sido enganada pela fraude por ele empregada (a fraude é empregada para que a vítima lhe entregue o bem). Se for o próprio agente quem, após empregar a fraude, se apodera do objeto e o leva embora, teremos o furto mediante fraude (o agente, sem autorização, tira o bem do local, fugindo com ele ou escondendo o objeto). Nos casos em que a vítima entrega as chaves de seu carro para um falso manobrista estacioná-lo ou para um falso comprador fazer um teste e eles desaparecem com o carro, a jurisprudência acabou firmando o entendimento de que o crime é o de furto mediante fraude, por se tratar de posse vigiada, dando maior elasticidade ao conceito de posse vigiada, reconhecendo o crime de furto, visto que as companhias seguradoras só cobrem furto e roubo, e não o estelionato.

Prova 1 (descartada)

1) Qual a diferença entre os substantivos "o grama" e "a grama".
2) Conjugar o verbo DIZER no pretérito perfeito do indicativo.
3) Qual a penalidade disciplinar mais severa e ea mais branda na Lei orgânica da polícia Civil?
4) Cite 2 tipos de pena que não são admitidas na Constituição Federal.
5) Um oficial de cartório se apropria do dinheiro de uma escritura que ele fez, ele comete crime de peculato ou apropriação indébita? Porque?


Prova 2 (descartada)

1) Dê um sinônimo e um antônimo da palavra RENEGAR.
2) Existe diferença entre o emprego das funções "ao encontro" e "de encontro"?
3) Segundo a Lei Orgânica da Polícia Civil quais as atribuições conferidas à Polícia Civil?
4) Quais são as polícias que a Constituição Federal estabelece?
5) O que é corpo de delito?

segunda-feira, 22 de abril de 2013

NOVOS CURSOS - Aux. Papiloscopista

CURSO INTENSIVO  AUX. PAPI (60 horas)
- Início: dia 02/maio (quinta- feira)
- Horário: segunda a sexta das 19:30h às 22:30h
- Disciplinas: Português, Criminologia, Informática, Lógica, Direitos Humanos, Constitucional, Penal e Legislação Especial.
- Valores: 
  *alunos novos: 2 X $260 ou à vista $500
  *ex-alunos: 2 X $230 ou à vista $440
  *rematrículas: 2 X $170 ou à vista $320 (p/ alunos turmas escritas)

CURSO DE LÓGICA MATEMÁTICA (28 horas)
- Início: dia 28/abril
- Horário: Domingos das 14h às 18h 
- Valores: 
  *alunos novos: 2 X $120 ou à vista $220
  *ex-alunos: 2 X $110 ou à vista $200

CURSO DE INFORMÁTICA PARA VUNESP (24 horas)
- Início: dia 27/abril
- Horário: Sábados das 14h às 18h
- Valores: 
  *alunos novos: 2 X $110 ou à vista $200
  *ex-alunos: 2 X $100 ou à vista $180

CURSO DE INFORMÁTICA + LÓGICA (52 horas)
- Início: dia 27/abril
- Horário: Sábados e Domingos das 14h às 18h
- Valores: 
  *alunos novos: 2 X $200 ou à vista $390
  *ex-alunos: 2 X $180 ou à vista $350
  *alunos do noturno: 2 X $100 ou à vista $180

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Aprovados Papiloscopista 2012/2013

Saiu a lista dos aprovados na Prova Preambular de Papiloscopista que teve 80 pontos como nota de corte (ou 64 acertos).
Quem não está estudando feito louco para Auxiliar de Papi, acho melhor rever seus conceitos, pois a nota de corte tende a ser astronômica pelo nível da prova (ensino fundamental) e pela quantidades de vagas (113 vagas).

Lista dos Aprovados em Ordem Alfabética (pdf)
Lista por Ordem de Nota (excel)

terça-feira, 9 de abril de 2013

Lista dos Aprovados Agente Policial 2012/2013

Segue a lista dos 5.542 aprovados no concurso de Agente Policial (aqueles que conseguiram 50% de acerto em cada matéria).
Porém, classificam-se para a próxima fase do concurso, no máximo 3 vezes o números de vagas colocadas em disputa, ou seja, os primeiros 1.173 colocados mais os empates irão fazer a PAP. Sendo assim, foi gerada uma nota de corte de 65 acertos ou nota 81,25.

Parabéns aos classificados e bora treinar para a PAF!!!

- Lista dos 5.542 candidatos com 50% de acerto em cada matéria
- Lista por ordem de nota e alfabética dos Classificados (excel)

Rumo à Acadepol!!!

domingo, 7 de abril de 2013

Prova Escrita Investigador 2012/2013

Língua Portuguesa
1 - O que são substantivos epicenos, comum-de-dois e sobrecomuns? Dê exemplos.
Prof. Farid: Questão bastante simples, objetiva. A “decoreba” clássica das provas da banca da ACADEPOL. Quanto à flexão de gênero, os substantivos podem ser classificados como uniformes, apresentam uma única forma tanto para o masculino, quanto para o feminino. Dentro desta classificação, há os epicenos, que se referem a animais e plantas. O sexo destes seres é determinado pelas palavras “macho” e “fêmea”. Exemplos: “cobra macho”; “cobra fêmea”; “jacaré macho”; “jacaré fêmea”. Os comuns-de-dois são aqueles que se referem a pessoas. O sexo é especificado por um determinante (artigo, adjetivo, pronome...). Exemplos: “o estudante”; “a estudante”; “aquele dentista”; “aquela dentista”. Os sobrecomuns também se referem a pessoas; possuem o gênero determinado. O sexo é especificado pelo contexto. Exemplos: “a testemunha” (palavra feminina, para saber o sexo, é necessário um nome, ou outra indicação que esclareça tratar-se de um homem ou uma mulher); “o cônjuge” (palavra sempre masculina, pode ser a esposa ou o marido).

Noções de Direito
2 - Quando será concedido o habeas corpus? Quem possui legitimidade para impetrá-lo?
Prof. Tiago Correia: Será concedido sempre que alguém sofrer (habeas corpus repressivo ou liberatório) ou se achar ameaçado de sofrer (habeas corpus preventivo) violência ou coação em sua liberdade de locomoção, por ilegalidade ou abuso de poder. Certo é que qualquer pessoa poderá impetrar habeas corpus (em seu favor ou em favor de 3ª pessoa), não sendo necessária a presença de advogado ou pessoa qualificada, nem tampouco de folha específica para se interpor tal procedimento, podendo ser, inclusive, escrito à mão. Entretanto, é necessário a identificação e assinatura do impetrante (pessoa que o impetra), uma vez que é vedado o habeas corpus anônimo (também chamado habeas corpus apócrifo).  

3 - Quais são as espécies de penalidades administrativas previstas pela Lei Orgânica da Polícia Civil do Estado de São Paulo? Quais são as autoridades competentes para aplicá-las se o infrator for investigador de polícia?
Prof. Ricardo Bina: PENALIDADES (art. 67 e 68) e AUTORIDADES QUE PODEM APLICAR CONTRA INVESTIGADOR DE POLÍCIA (art. 70):
Art. 67 - REMOÇÃO COMPULSÓRIA
Somente o Delegado Geral de Polícia
Art. 71 - ADVERTÊNCIA
1. Governador do Estado
2. Secretário da Segurança Pública
3. Delegado Geral de Polícia
4. Delegado de Polícia Diretor da Corregedoria
5. Corregedores Auxiliares
Art. 72 - REPREENSÃO
1. Governador do Estado
2. Secretário da Segurança Pública
3. Delegado Geral de Polícia
4. Delegado de Polícia Diretor da Corregedoria
5. Corregedores Auxiliares
Art. 73 - SUSPENSÃO E MULTA
1.Governador do Estado (de 1 a 90 dias)
2. Secretário da Segurança Pública (de 1 a 90 dias)
3. Delegado Geral de Polícia (de 1 a 90 dias)
4. Delegado de Polícia Diretor da Corregedoria (até 60 dias)
Art. 74 - DEMISSÃO
Somente o Governador do Estado e o Secretário da Segurança Pública
Art. 75 - DEMISSÃO A BEM DO SERVIÇO PÚBLICO
Somente o Governador do Estado e o Secretário da Segurança Pública
Art. 77 - CASSAÇÃO DE APOSENTADORIA OU DISPONIBILIDADE
Somente o Governador do Estado e o Secretário da Segurança Pública
 


4 - O que se entende por delação eficaz prevista pelo parágrafo 4º do artigo 159 do Código Penal? Quais são os seus requisitos?
Prof. Víctor Paulo: Também chamada pela doutrina de entrega de co-réu, ou acordo de leniência. É causa obrigatória de redução da pena aplicada se o crime for praticado em concurso de duas ou mais pessoas, e o concorrente (co-autore ou partícipe) que denunciar o fato à autoridade, facilitando a libertação da vítima, terá sua pena reduzida de 1/3 a 2/3 (um a dois terços). Haverá a diminuição da pena se a delação efetivamente facilitar a libertação da vítima. Quanto maior a colaboração, maior será a redução da pena.

Criminologia
5 - O que se entende por Prevenção Primária, Secundária e Terciária?
Prof. Mônica Gamboa: A prevenção delitiva é a precípua e essencial finalidade do estudo criminológico hábil a promover a recuperação social e reabilitação profissional e familiar do criminoso. Atua em momentos distintos e específicos de acordo com a situação preexistente em que será aplicada. Na prevenção primária há de ser feito um trabalho permanente e progressivo de conscientização coletiva com o fito de dotar o cidadão de capacidade social e intelectual para superar eventuais conflitos que eventualmente possa lhe aliciar ao ingresso na criminalidade. Com a finalidade de neutralizar o crime em sua raiz atua, principalmente, nos setores sociais visando à melhoria nas condições de vida, moradia, saúde, segurança e educação. É a modalidade mais eficaz de prevenção ao delito, porém, atua a longo prazo uma vez que se inicia na infância por meio dos agentes informais de controle social e persevera até a idade adulta de amadurecimento do indivíduo. A prevenção secundária ocorre após a prática da conduta desviada, razão pela qual possui eficácia diminuída e deve atuar a médio prazo focando-se nos grupos de risco e populações vulneráveis da sociedade. Exige ação policial e políticas legislativas de segurança, não bastando à mera dissuasão da criminalidade para seu êxito. Por fim a prevenção terciária, de forte caráter punitivo e pouca eficácia é direcionada única e exclusivamente ao recluso durante o cumprimento da pena em regime fechado. Com a finalidade de evitar a reincidência e garantir a reintegração familiar e social do preso pode ser alcançada através da laborterapia prisional e da criminologia clínica.

Foram essas as perguntas da prova sorteada e que em breve serão comentadas pelo professores do GOE. As perguntas das provas descartadas serão comentadas em sala de aula no curso para prova escrita de escrivão.

Rumo à Acadepol!!!